Aconteceu

Multiplicadoras/es se preparam para oferecer oficinas de Teatro do Oprimido!



 

No último fim de semana, Centro de Tecnologia do Espetáculo (CETE) foi palco da primeira etapa do curso de formação de multiplicadoras e multiplicadores do Teatro do Oprimido em Goiânia. O curso começou na tarde de quinta-feira, 31 de março, e foi até a tarde do domingo, 03 de abril. Foram mais de 30 horas de exercícios, técnicas, jogos e discussões, as primeiras atividades de capacitação das/os 23 multiplicadoras/es que participaram de forma integral do curso. 
 
Quem participou do curso, teve duas oportunidades para conhecer um pouco do trabalho desenvolvido pelo Centro do Teatro do Oprimido - RJ e pelas/os participantes da formação. Na sexta-feira à noite, as curingas do CTO Claudete Félix e Elisângela Teixeira fizeram uma apresentação sobre a trajetória de Augusto Boal e suas proposições num bate-papo aberto ao público. No sábado à noite, quem foi ao CETE teve a oportunidade de ver os primeiros resultados do curso na apresentação de duas cenas de Teatro Fórum.

 

No Teatro Fórum um grupo apresenta uma cena em que duas personagens se marcam como um par opressor(a)/oprimido(a). Na situação encenada a pessoa oprimida não consegue se desvencilhar da opressão que a outra exerce sobre ela e o público é chamado a tomar seu lugar e tentar mudar a situação. Durante as trocas há discussões a respeitos das atitudes tomadas por cada pessoa, suas reações à interação e sobre as estratégias usandas para essa simbólica emancipação. 
 
Essas cenas tratam de conflitos que envolvem indivíduos e grupos em convivência na sociedade. Na primeira apresentação, o problema tratado foi a discriminação vivida por uma mulher solteira e sua filha depois de se mudarem para um condomínio cheio de famílias tradicionais. A segunda tratou de um conflito entre o Estado e a polícia e um grupo de famílias sem-teto, numa operação de despejo de uma área ocupada. As temáticas forma escolhidas entre relatos reais das pessoas que participaram do curso. 

 
Novos espaços

 
Essas foram duas pequenas amostras. De agora até a próxima etapa do curso, que será em maio, as pessoas que participaram deste módulo deverão agir, de fato, como multiplicadoras. Elas devem desenvolver oficinas com a metodologia adquirida, reaplicando os jogos e técnicas em outros espaços, com outros grupos.

 

As/os multiplicadoras/es estão agora divididas/os em duplas e já possuem uma previsão sobre com que grupos atuarão. Neste momento elas estão se planejando, marcando datas, definindo locais e logo devem começar as mobilizações para as novas atividades. 

 
As duplas podem oferecer oficinas a mais de um grupo. Dessa forma, ainda é possível que você participe dessa multiplicação, seja em algum dos espaços já previstos para as novas oficinas ou mesmo correndo atrás de uma dupla que tope trabalhar também com um grupo do qual você faz parte. Que tal? Para entrar em contato com a coordenadora do projeto mande um e-mail parateatrooprimidogyn@yahoo.com.br .

 

 

Transas responde

Tem dúvidas? Converse com outras pessoas, troque experiências, discuta suas inquietações.

Pergunte!