Aconteceu

Exposição fotográfica "Mil mulheres pela paz ao redor do mundo"

Do site da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Rio Grande do Sul

Ocorre a Exposição 1000 Mulheres pela Paz ao Redor do Mundo (de 9 de junho a 9 de julho) e o lançamento e comercialização do livro Brasileiras Guerreiras da Paz, a partir das 18h30 de 9 de junho, no Memorial do Rio Grande do Sul, na rua Sete de Setembro, 1020, na Praça da Alfândega, no Centro Histórico.

As atividades resultam de uma parceria entre a Associação Mulheres pela Paz, Campanha Ponto Final na Violência contra Mulheres e Meninas, Rede Feminista de Saúde, Rede Mulher de Educação,com o apoio da Casa de Cultura Mário Quintana, Memorial do Rio Grande do Sul, e secretarias estaduais de Cultura e de Políticas Públicas para as Mulheres e do Governo do Estado.

São mil rostos femininos de 150 países que se tornaram ícones na luta pela paz, segurança humana e justiça e que foram indicados ao Prêmio Nobel da Paz 2005 pela associação suíça Mulheres pela Paz ao Redor do Mundo, com o apoio da Unesco. A desembargadora Maria Berenice Dias, de Porto Alegre, é uma das brasileiras indicadas ao prêmio. "Estas mulheres representam as lutas contra a violência e a discriminação, contra a opressão e a miséria, em inúmeros espaços e frentes", destaca a presidenta da Associação Mulheres pela Paz, Clara Charf.

Transas responde

Tem dúvidas? Converse com outras pessoas, troque experiências, discuta suas inquietações.

Pergunte!